Notícias

FATO RELEVANTE

São Paulo, 8 de novembro de 2019. A Liq Participações S.A. ("Companhia"; LIQO3), em conformidade com o §4º do art. 157 da Lei nº 6.404/76, nos termos e para fins da Instrução CVM nº 358/2002, conforme alterada, vem a público comunicar que foi aprovado, em Assembleia Geral Extraordinária realizada na presente data, o aumento do capital social da Companhia, no montante de R$ 250.000.000,00 (duzentos e cinquenta milhões de reais), com a subscrição particular pelo Fundo de Investimento em Participações Nilai - Multiestratégia ("FIP Nilai") de 20.644.095 (vinte milhões, seiscentas e quarenta e quatro mil e noventa e cinco) novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, pelo preço de emissão de R$12,11 (doze reais e onze centavos) por ação, fixado nos termos do artigo 170, § 1.º, inciso III, da Lei das Sociedades por Ações, a serem integralizadas à vista, mediante o aporte da totalidade das ações de emissão da ETS Participações e Investimentos S.A. ("ETS") detidas pelo FIP Nilai ("Aumento de Capital").

A eficácia do Aumento de Capital está condicionada, nos termos do artigo 126 da Lei n.º 10.406, de 10 de janeiro de 2002, conforme alterada, (i) à previa realização de emissão de Debêntures da LIQ no âmbito da renegociação de sua dívida financeira, em duas Tranches: (a) Tranche A, referente a 10% do passivo reestruturado, a ser paga em 7 anos corrigida por CDI+1% a.a., e (b) Tranche B, referente a 90% do passivo reestruturado, a ser paga em parcela única em 20 anos corrigida por TR+1% a.a, sendo que ambas as tranches deverão ser conversíveis em ações de emissão da LIQ seguindo o preço de referência ajustado para conversão da 5ª Emissão de Debêntures da LIQ (condição essa que poderá ser renunciada, a critério da FIP Nilai); e (ii) à aprovação, pelas autoridades de defesa da concorrência, da integração de negócios da ETS e da Companhia ("Condições Suspensivas de Eficácia").

Será assegurado aos acionistas da Companhia o direito de preferência para subscrever as novas ações emitidas em decorrência do Aumento de Capital, nos termos do artigo 171 da Lei das Sociedades por Ações. O prazo e os procedimentos para o exercício do direito de preferência, bem como as demais condições do Aumento de Capital, serão oportunamente informados pela Companhia em Aviso aos Acionistas, divulgado através do Módulo IPE do Sistema Empresas.NET da CVM e da B3, tão logo tenham sido atendidas ou renunciadas, conforme aplicável, as Condições Suspensivas de Eficácia do Aumento de Capital.

Os acionistas que validamente exercerem seu direito de preferência deverão integralizar as ações em moeda corrente nacional no ato de subscrição. Nessa hipótese, as importâncias por eles pagas serão distribuídas ao FIP Nilai, titular dos bens aportados no âmbito do Aumento de Capital, conforme o disposto no art. 171, § 2º da Lei nº 6.404/76, não se aplicando, neste caso, o art. 171, § 7º, por ser incompatível com a natureza do Aumento de Capital.

A Companhia, por meio de sua Diretoria de Relações com Investidores, manterá os acionistas, investidores e o mercado em geral devida e oportunamente informados sobre o Aumento de Capital, nos termos da legislação aplicável.

São Paulo, 8 de novembro de 2019.

Luciano Bressan
Diretor de Finanças e de Relações com Investidores