Um dos maiores grupos de infraestrutura e logística intermodal do Brasil

A EcoRodovias investe no presente e no futuro, garantindo exportação,
importação e a circulação de bens para o mercado interno.

Slide 1

Notícias

NOTÍCIAS DE INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA

São Paulo, 20 de dezembro de 2011 - O jornal Valor Econômico noticiou que os navios de contêineres desperdiçaram, no ano passado, 72.400 horas esperando para atracar nos 17 principais terminais portuários do país, o que dá mais de 3 mil dias, uma conta que chegou, apenas entre janeiro e setembro de 2010, a R$ 246 milhões. Os navios esperam até 13 dias para poder atracar, porque faltam berços, os espaços destinados a eles nos cais, segundo Carlos Campos, coordenador de infraestrutura econômica do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Por isso, forma-se um congestionamento de embarcações na baía, à espera de autorização para atracar, ao custo de R$ 60 mil a R$ 70 mil por dia. Quando conseguem atracar, não podem sair totalmente carregadas, na maioria das vezes, por questão de calado.

Para resolver esses e outros entraves são necessários investimentos de R$ 42,9 bilhões nos portos, de acordo com o estudo "Gargalos e Demandas da infraestrutura Portuária e os Investimentos do PAC", do Ipea. Somados, os projetos previstos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) 1 e 2 para os portos atingem R$ 9,85 bilhões, ou 23% do necessário. "O PAC é um avanço, mas ainda é insuficiente", diz Carlos Campos, um dos autores do estudo. O levantamento apontou 265 obras de infraestrutura, das quais 133 de construção, ampliação e recuperação de áreas portuárias, 45 acessos terrestres, 46 de dragagem e 41 outras obras.

Para mais informações, Clique aqui.

Para visualizar arquivos PDF é necessário ter o plug-in do adobe PDF, caso você ainda não tenha, baixe aqui:

ADOBE HEADER

Destaques


variação
volume