Um dos maiores grupos de infraestrutura e logística intermodal do Brasil

A EcoRodovias investe no presente e no futuro, garantindo exportação,
importação e a circulação de bens para o mercado interno.

Slide 1

Notícias

Falecimento - Morre fundador do Grupo CR Almeida

O empresário Cecílio do Rego Almeida morreu neste sábado (22), às 9h30, vítima de infarto, no Hospital Santa Cruz, em Curitiba (PR). Almeida começou a passar mal às 4 horas da madrugada de sábado e deu entrada no hospital às 7 horas, onde foi atendido pela equipe do Dr. Hamilton Leal. Após duas horas e meia de procedimentos médicos, o empresário não resistiu e faleceu, aos 78 anos de idade. O velório será realizado na Capela 4 do Cemitério Parque Iguaçu. O sepultamento está marcado para às 17 horas deste domingo (23).

Almeida era fundador e presidente do Conselho de Administração do Grupo CR Almeida, que reúne mais de 30 empresas e atua nas áreas de construção pesada, concessão de rodovias e logística de transporte e química e explosivos. O patrimônio estimado do Grupo é de R$ 9,4 bilhões. O Grupo CR Almeida é acionista, em conjunto com a Impregilo, da EcoRodovias.

Almeida nasceu em 31 de janeiro de 1930, no município de Óbidos (PA). Veio para o Paraná aos 7 anos de idade, com os pais e irmãos. Começou a trabalhar aos 9 anos como biscate, vendendo sementes para lavradores, laranja e palmito. Aos 14 anos, prestou concurso para os Correios, onde começou a trabalhar como estafeta. Foi nos Correios, como operador da máquina Baudot, de cinco teclas, que adquiriu o hábito que levou até o fim da vida, de dedilhar a mesa durante reuniões de trabalho e conversas com os amigos.

Aos 16 anos, pediu para que seu pai, Raymundo Almeida, o emancipasse. Foi quando contraiu um empréstimo junto ao IPASE no valor de 5 contos para abrir uma loja de calçados. A partir de 1949, quando iniciou o curso de Engenharia, passou a dar aulas de Matemática durante o dia e a trabalhar nos Correios à noite. Em 1958, depois de trabalhar na empresa Lysimaco da Costa, a maior firma de engenharia da época, fundou a firma Engenharia e Construções CR Almeida Ltda, em sociedade com seu irmão Félix. Treze anos depois, Almeida comprou a Lysimaco, segunda empresa a fazer parte do que hoje é o Grupo CR Almeida.

A CR Almeida nasceu construindo bueiros em beira de estradas e cresceu investindo no desenvolvimento do país. Almeida, que neste ano completaria 50 anos de Engenharia, sempre repetia um pensamento conhecido por todos os seus mais de três mil colaboradores diretos: "Confiando neste país, joguei e ganhei. Quem jogou na crise brasileira, perdeu. Eu joguei no desenvolvimento."

Entre as principais obras executadas pela CR Almeida, destaques para a BR 277 (Curitiba-Paranaguá), Estrada de Ferro Central do Paraná, pavimentação das rodovias Belém-Brasília e Rio-Santos, construção da freeway Porto Alegre-Osório, construção da Usina Hidrelétrica de São Simão, a segunda maior do Brasil, e, mais recentemente, a duplicação da Rodovia dos Imigrantes.

Almeida deixa viúva Ângela Brandão Almeida, seis filhos – Ricardo, Denise, Roberto, César, Guilherme e Marcelo – e 21 netos.

Para visualizar arquivos PDF é necessário ter o plug-in do adobe PDF, caso você ainda não tenha, baixe aqui:

ADOBE HEADER

Destaques


variação
volume