Relações com Investidores > A Companhia > Estratégia e Vantagens Competitivas

Estratégia e Vantagens Competitivas

Vantagens Competitivas

O sucesso do Minerva como um dos maiores produtores e exportadores do Brasil de carne bovina e seus subprodutos, deve-se, principalmente, aos seguintes pontos fortes e vantagens competitivas:

  • Forte Crescimento Alinhado a uma Estratégia Consistente e Gestão de Riscos Eficiente

    Ao longo dos últimos dez anos, a Companhia investiu significativamente na expansão de sua capacidade produtiva, elevando sua capacidade de abate de 6.600 cabeças/dia em 2008 para 26.380 cabeças de gado em 2018 (crescimento composto de 15% ao ano), bem como na expansão de sua rede de distribuição e na diversificação de seu portfólio de produtos. Como resultado, a receita líquida da Companhia cresceu de R$ 2,1 bilhão em 2008 para R$ 16,2 bilhões em 2018, equivalente a um crescimento anual composto médio de 23%.

    Os investimentos da Companhia foram realizados segundo um planejamento estratégico definido, que privilegia plataformas produtivas nos países da América do Sul livres de risco sanitário. Suas plantas estão estrategicamente localizadas em sete estados brasileiros, no Paraguai, no Uruguai, na Colômbia e na Argentina. A diversificação geográfica é um importante instrumento para mitigar riscos sanitários e de concentração da base de fornecedores.

    Durante seu período de forte expansão, a Companhia procurou sempre manter uma estrutura de capital equilibrada, utilizando fontes de capital próprio (a oferta inicial de ações em 2007, aumento de capital em 2009, debêntures obrigatoriamente conversíveis em 2011 e a oferta pública de ações realizada em outubro de 2012) bem como financiamento de terceiros (por exemplo, a emissão de bonds com vencimento em 2017, 2019, 2022, 2023, 2026, 2028 e também um bond perpétuo) de longo prazo. Tal disciplina financeira possibilitou que a Companhia atravessasse um momento de crise mundial com solidez.

    Adicionalmente, a Companhia se estruturou ao longo dos anos observando uma austera gestão de risco, pautada por uma reunião diária chamada "Beef Desk", oportunidade na qual todas as decisões operacionais, comerciais e financeiras são tomadas. Nesta reunião são expostos todos os riscos e oportunidades de curto prazo com o objetivo de fixar as melhores margens aproveitando o melhor momento de mercado.


    A Companhia acredita que a implementação de sua estratégia consistentemente seguida pela Administração, tem se refletido em bons resultados operacionais, notados através da: (i) estabilidade de margens operacionais (margem EBITDA, 10,3% em 2016, 9,4% em 2017 e 9,6% em 2018) e (ii) elevação, de forma consistente, de sua receita líquida, que apresentou uma taxa de crescimento anual média (CAGR) de 23% entre 2008 e 2018.

  • Eficiência e Retorno Sobre o Capital

    A plataforma produtiva da Companhia, aliada à sua disciplina financeira e planejamento cuidadoso dos investimentos para expansão, permitiu que ela mantivesse elevadas taxas de utilização de sua capacidade, mesmo durante esse período de forte expansão. A Companhia acredita figurar entre as companhias mais eficientes do setor em função de (i) suas margens operacionais elevadas, (ii) sua maior utilização da capacidade produtiva, a qual atingiu 77,5% em 31 de dezembro de 2018 e (iii) uma gestão do capital de giro que acredita ser mais eficiente que a de seus competidores. A eficiência operacional da Companhia, aliada à sua gestão de riscos diferenciada, traduz-se em maior geração de caixa operacional e caixa líquido ao acionista. Em 2018, a Companhia gerou aproximadamente R$ 1.329,9 milhões de caixa operacional.
  • Operações estrategicamente localizadas

    A Companhia tem uma base operacional diversificada, uma vez que suas 26 unidades industriais, estão estrategicamente localizadas nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, São Paulo, Minas Gerais e Tocantins, no Brasil, nas cidades de Assunção, San Antonio e Belén, no Paraguai, nas cidades de Melo, Canelones e Montevidéu, no Uruguai, nas cidades de Rosario, Berazategui, Colonia Caroya e Venado Tuerto na Argentina, e em Ciénaga de Oro, região de Córdoba, na Colômbia, próximas tanto aos portos nos quais seus produtos são exportados, quanto aos principais centros dos seus respectivos mercados internos. A dispersão geográfica de suas plantas também a ajuda a gerenciar os riscos sanitários de sua atividade, além aumentar sua rede de fornecimento (hoje conta com uma base de mais de 25 mil pecuaristas com foco no pequeno e médio produtor). Suas unidades industriais também se encontram próximas aos seus fornecedores de gado (em média a uma distância de até 300 quilômetros de suas unidades industriais).
  • Logística de Distribuição Eficiente e Integrada

    A Companhia acredita possuir uma logística de distribuição integrada e eficiente, o que permite direcionar suas vendas aos mercados mais atrativos, captando variações favoráveis na demanda e preços, e consequentemente, permitindo aumentar suas vendas de produtos com maiores margens.

    Para suas exportações, a Companhia contrata diretamente os serviços de armazenagem, transporte e seguros, além de desenvolver parceria com os armadores e terminais portuários do país. Esta estratégia propicia a eficiência operacional necessária para assegurar a qualidade dos seus produtos e a pontualidade de entrega. A Companhia exporta a maioria de seus produtos sob o regime CIF (Cost. Insurance and Freight), por meio de navios fretados (break bulk) e contêineres, que fornecem economia de escala na negociação de custos de frete, armazenagem e seguro. A Companhia ainda exporta seus produtos diretamente aos seus consumidores finais nos destinos das exportações e, auxiliada por suas tradings, evitando pagamento de taxas de intermediação. Adicionalmente a Companhia acredita que sua cadeia logística eficiente e ágil lhe permite vender os produtos de carne bovina resfriada a diversos mercados externos, em todos os continentes.

    No mercado interno, a Companhia acredita possuir um eficiente sistema logístico, chegando ao varejista por meio de nove centros de distribuição localizados no Brasil. A Companhia adota o conceito "one-stop-shop", que atende aproximadamente 50 mil pequenos e médios varejistas no Brasil, servindo-lhes de produtos perecíveis congelados ou resfriados produzidos por ela ou fornecidos por terceiros (tais como aves, suínos, peixes, batata frita, vegetais congelados, entre outros). A estratégia de fidelização do cliente da Companhia é pautada por entregas regulares e eficazes, o que lhe permite operar com maior margem.
  • Administração Experiente e Estratégia Diferenciada

    A Companhia está presente na pecuária brasileira desde 1957, ano em que a família Vilela de Queiroz (controladora da Companhia por meio da VDQ Holding S.A.) iniciou a atividade de criação e transporte de gado desenvolvendo um duradouro relacionamento com membros relevantes da pecuária brasileira. A aquisição da primeira planta de abate e desossa se deu com a compra da massa falida do frigorífico Minerva em 1992, na Cidade de Barretos, Estado de São Paulo.

    Ao longo de 57 anos de experiência na pecuária e 24 anos de indústria, a Companhia tornou-se o terceiro maior frigorífico de bovinos em capacidade de abate no Brasil, segundo maior exportador de carne bovina in natura do Brasil e líder de mercado nas expotações do Paraguai, segundo dados da Scot Consultoria, SECEX e SENACSA. A Companhia é atualmente um grupo composto por aproximadamente 17,5 mil funcionários.

    A Companhia acredita ainda que se transformou em referência do setor em eficiência operacional, gestão de risco e disciplina financeira, fomentando com isso a atração e retenção de profissionais de excelente qualidade e reconhecimento de mercado.

Topo

Estratégia

O objetivo do Minerva é aproveitar seus pontos fortes e vantagens competitivas para aumentar suas atividades focando nos mercados mais atrativos e rentáveis de forma a gerar valor aos seus acionistas. Os principais elementos da estratégia Minerva são:

  • Expandir a Capacidade Produtiva com Disciplina Financeira

    Desde 2007 a Companhia investiu aproximadamente R$ 4,0 bilhões na expansão de sua capacidade produtiva e na diversificação de seu mix de produtos por meio de aquisições seletivas e construção de novas unidades industriais, aumento e modernização da capacidade produtiva de todas as unidades e a construção da unidade de processamento de alimentos - Minerva Dawn Farms. O foco de seu crescimento foi pautado na originação de matéria-prima na América do Sul. A Companhia realizou investimentos estratégicos, mitigando riscos e diversificando o portfólio, mantendo sempre um alto padrão de produtividade, qualidade e segurança alimentar.

    Em decorrência de tais investimentos, a alavancagem financeira da Companhia aumentou, considerando-se que alguns dos investimentos ainda estão em fase de maturação. Em 31 de dezembro de 2018 seu endividamento consolidado líquido ajustado para ações em tesouraria e cotas subordinadas FIDC era de R$ 6.063,0 milhões, equivalente a 3,9x o EBITDA ajustado dos últimos doze meses, dos quais 65,2% representavam endividamento de longo prazo.

    Adicionalmente, a Companhia continua a focar na estratégia financeira de gestão eficiente do capital de giro, administração do risco e geração de caixa livre. Por fim, pretende também utilizar sua experiência de aquisições para continuar participando na consolidação do mercado brasileiro de carne bovina, sem comprometer sua estabilidade financeira e lucratividade.
  • Expandir a Base de Clientes Nacionais e Internacionais

    A Companhia pretende continuar a fortalecer sua base de clientes nacionais e internacionais, por meio da prestação de serviços de qualidade superior bem como agregar valor na distribuição interna através da ampliação da oferta de produtos próprios e de terceiros.

    A Companhia acredita que existem oportunidades para elevar sua participação em mercados emergentes de crescente consumo de carne bovina, assim como aumentar sua exposição no mercado interno através da implantação de novos centros de distribuição que permitam aumentar suas vendas de produtos in natura e processados, além de canais como o foodservice (serviços alimentares).
  • Melhorar Eficiências Operacionais e Reduzir os Custos Operacionais

    A Companhia está comprometida a manter sua posição como um produtor de baixo custo de produtos de carne bovina e seus derivados. A Companhia implementou controles internos e sistemas de software de alta tecnologia em todas as unidades industriais, com o intuito de ampliar sua eficiência operacional. A Companhia trabalha ativamente para que seus empregados estejam informados sobre sua estratégia de otimização de custos além de oferecer uma remuneração adicional com base no aumento da produtividade e maiores taxas de utilização da capacidade. A Companhia acredita que sua capacidade média utilizada de abate esteja entre as maiores do setor, a qual foi de 77,5% no exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2018. A manutenção de suas eficiências operacionais é prioridade na sua estratégia de negócios.