Histórico

Histórico de Crescimento com Agregação de Valor

  • 2000/1/2
    Aquisição e Construção
    Outorga da concessão da TSN por meio de leilão em 2000
    Concessão da Novatrans adquirida de um consórcio local em 2002
    Construção da linha conduzida pela Enelpower, a companhia de engenharia do Grupo Enel
    Investimentos de mais de R$2,3 bilhões, 58% financiado pelo BNDES e pelo BID
  • 2003/4/5
    Inicio das Operações
    Operação comercial teve início progressivamente em 2003 e 2004
    Aquisição dos ativos da TSN e Novatrans pela Terna S.p.A. da Enelpower (Dez/2003)
  • 2006/7/8
    Estruturação da Companhia
    IPO (out/2006)
    Aquisição Munirah
    Crescimento disciplinado alcançado através das aquisições dos ativos ETAU, GTESA, PATESA e ETEO e implantação da Brasnorte
  • 2009
    Mudança de Controle
    Em abril de 2009, a CEMIG anuncia aquisição de 65,86% do capital total da Terna Participações
    Transferência de Controle para a TAESA no final do ano de 2009
  • 2010
    Nova Gestão
    OPA (Mai/2010)
    Pré-pagamento do BNDES e Incorporação da Novatrans, TSN, ETEO e Taesa Serviços (Dez/2010)
    Alongamento do perfil da dívida (2 emissões de debêntures)
    Maior eficiência operacional
  • 2011
    Crescimento por Aquisições
    Aquisição dos ativos do grupo Abengoa: NTE (100%) e 50% das concessões ATE, ATE II, ATE III e STE - UNISA por R$ 1,2 bilhão (Dez/2011)
    Waiver BM&FBOVESPA para recomposição do Free Float (Jul/2011)
    Emissão de Notas Promissórias - R$ 1,17 bilhão (nov/2011)
  • 2012
    Re-IPO: 2012
    Assinatura do contrato de transferência de 10 participações do grupo TBE, da CEMIG para a Taesa.
    Aquisição da concessão de São Gotardo através do Leilão 005/2012 (Jun/2012)
    Aquisição dos 50% remanescentes dos ativos da UNISA no valor de R$ 904 milhões (Jul/2012)
    Realização de Re-IPO de 24 milhões de UNITs, com lote suplementar de 3 milhões de UNITs (Jul/2012)
    3º emissão de debêntures no valor total de R$ 2,160 bilhões (Out/2012)
    Protocolado na ANEEL, o pedido de incorporação das Subsidiárias NTE, STE e ATE (Out/2012).
    Desdobramento das Units na razão 3 para 1. O capital total passou a ser de 344.498.907 Units (Dez/2012)
    Pagamento de dividendos intercalares no montante de R$ 160 milhões (Dez/2012)
  • 2013
    2013
    Incorporação das subsidiárias NTE, STE, ATE e UNISA (Jan/2013)
    Protocolado na Aneel, o pedido de incorporação das Subsidiárias ATE II e ATE III (Fev/2013)
    Liquidação antecipada de contratos de financiamento com o BNDES e sindicato de Bancos (Mar/2013)
    Emissão de Notas Promissórias - R$ 400 milhões (Mai/2013)
    Conclusão da transferência dos ativos da TBE da Cemig para a Taesa (Mai/2013)
    Incorporação da subsidiária ATE II (Jun/2013)
    Celebração de Contrato de Compra e Venda para a aquisição de 10% das transmissoras Transleste, Transirapé e Transudeste (Ago/2013)
    Conclusão da aquisição de 10% das Transmissoras Transleste, Transirapé e Transudeste pela EATE (Out/2013)
    Pagamento de R$ 210 milhões a título de dividendos intercalares e R$ 190 milhões a título de Juros sobre Capital Próprio
    Transferência de ações do acionista controlador Cemig GT para CEMIG (Dez/2013)
    Aquisição da concessão de Mariana através do Leilão 013/201 (Dez/2013)
  • 2014
    2014
    Pagamento de R$ 413,7 MM de dividendos referentes ao exercício de 2013 (Maio/2014)
    Pré-pagamento da dívida da ATE II com o BID no montante de USD 149,00 MM (maio/2014)
    Desvinculação do Santander do Acordo de Acionistas da Taesa e prorrogação do prazo de duração do Fip Coliseu por mais 720 dias contados a partir de 21 de outubro de 2014 (out/2014)
    Pagamento de R$ 400 MM de dividendos referente ao exercício de 2014 com base nos resultados em 31 de julho de 2014 (Setembro/2014)
    Pagamento de R$ 197 MM a título de Juros sobre Capital Próprio referente ao exercício de 2014 com base nos resultados em 30 de setembro de 2014 (Dezembro/2014)
  • 2015
    2015
    Benefício fiscal SUDAM/SUDENE das concessões TSN, Novatrans, Gtesa e Munirah foi renovado por mais dez anos (Março/2015)
    Santander Participações S.A.reduziu sua participação no capital social da Companhia para menos de 5% (Abril/2015)
    Acordo preliminar entre a EPM e o FIP Coliseu para alienar 22,14% do capital total das ações da TAESA (Abril/2015)
    Quitação de R$ 136,2 MM referente a primeira parcela do empréstimo amparado pela lei nº 4.131(Abril/2015)
    Pagamento de R$ 254,8 MM de dividendos referentes ao exercício de 2014 (Abril/2015)
    Pagamento de juros referentes à 2º Emissão de Debêntures no total de R$ 39,8 MM, (Junho/2015)
    Encerradas as negociações entre a EPM e o FIP Coliseu para alienar 22,14% do capital total das ações da TAESA. (Julho/2015)
    Pagamento de juros e amortização referentes à 1º Emissão de Debêntures no total de R$ 257,5 MM.(Julho/2015)
    Pagamento de R$ 147,3 MM como dividendos intercalares e R$ 162,7 MM como juros sobre capital próprio, referentes ao exercício de 2015, (Setembro/2015)
    Pagamento de juros referentes à 3º Emissão de Debêntures no total de R$ 181,5 MM.(Dezembro/2015)
    Pagamento de juros e amortização referentes à 2º Emissão de Debêntures no total de R$ 258,9 MM.(Dezembro/2015)
    Pagamento de R$ 110,2 MM como dividendos intercalares e R$ 82,0 MM como juros sobre capital próprio, referentes ao exercício de 2015.(Dezembro/2015)
  • 2016
    2016
    Rolagem do Swap com o Citibank de R$350MM e novo custo de 114,0% do CDI com prazo de 3,5 anos (Março/2016);
    A Companhia sagrou-se vencedora da disputa pelo Lote P - Miracema - do Leilão ANEEL nº 013/2015 (Abril/2016);
    Pagamento de R$ 322,7 MM (R$ 0,94/ unit) como dividendos referentes ao resultado de 2015 (Abril/2016);
    O Sr. Marcus Pereira Aucélio foi eleito para o cargo de Diretor Financeiro e de Relações com Investidores (Abril/2016);
    O Sr. João Procópio, Diretor de Desenvolvimento de Negócios, foi eleito para acumular o cargo de Diretor Presidente (Maio/2016);
    Eleição dos membros do Comitê de Auditoria, com mandato até a AGO da Companhia que se realizará em 2017 (Maio/2016);
    Pagamento de juros referentes à 2º Emissão de Debêntures no total de R$ 29,5 MM (Junho/2016);
    Assinatura do contrato de concessão de Miracema (Junho/2016);
    Celebrado Segundo Aditamento ao Acordo de Acionistas entre a CEMIG e o FIP Coliseu, conforme o Termo de Compromisso (Junho/2016);
    Pagamento de R$ 221,6 MM (R$ 0,68/unit) como dividendos intercalares e juros sobre capital próprio, exercício de 2016 (Junho/2016);
    O Sr. Luciano de Araujo Ferraz foi eleito para o cargo de Diretor Jurídico e Regulatório (Junho/2016);
    Pagamento de R$ 198,5 MM (R$ 0,58/unit) como dividendos intercalares e juros sobre capital próprio, exercício de 2016 (Agosto/2016);
    CEMIG e FIP Coliseu captaram R$ 1.291 milhões com a venda de 65.702.230 units, levando o Free float de 34,5% para 53,6% do capital total da Companhia (Outubro/2016);
    A Companhia sagrou-se vencedora da disputa pelos Lotes 3, 4, 17 e 22 (Paraguaçu, Aimorés, Janaúba e ESTE, respectivamente) do Leilão ANEEL nº 013/2015 2ª etapa (Outubro/2016);
    Pagamento de juros referentes à 3º Emissão de Debêntures no total de R$ 199,6 MM (Outubro/2016);
    Pagamento de R$ 188,8 MM (R$ 0,55/unit) como dividendos intercalares e juros sobre capital próprio, exercício de 2016 (Dezembro/2016);
    Contrato de Compra e Venda entre FIP Coliseu, FIP Taurus e ISA de R$ 1.055,9 MM para alienar 14,9% do capital total da Taesa (Dezembro/2016);
    Pagamento de juros e amortização referentes à 2º Emissão de Debêntures no total de R$ 225,0 MM (Dezembro/2016).
  • 2017
    2017
    O Sr. Marco Antônio Resende Faria, Diretor Técnico, foi eleito, interinamente, para acumular os cargos de Diretor Presidente e de Diretor de Desenvolvimento de Negócios (Abril/2017);
    No Leilão de Transmissão nº 05/2016, a Companhia sagrou-se vencedora no lote 1, como integrante do Consórcio Columbia (50% Taesa - 50% CTEEP) (Abril/2017);
    Pagamento de R$ 174,7 MM (R$ 0,51/ unit) como dividendos referentes ao resultado de 2016 (Maio/2017);
    Pagamento de R$ 178,2 MM (R$ 0,52/unit) como dividendos intercalares e juros sobre capital próprio, exercício de 2017 (Maio/2017);
    Conclusão da operação de venda de 153.775.790 ações ordinárias da Taesa detidas pela FIP Coliseu, FIP Taurus para a ISA pelo valor de R$ 1.018,763.409,29. (Junho/2017);
    Conclusão da Reestruturação Societária das Transmineiras por R$ 56,1 milhões, onde a Taesa passou a deter direta e indiretamente 30,0% da Transleste, 29,0% da Transudeste e 29,5% da Transirapé (Novembro/2017);
    4º emissão de debêntures no valor total de R$ 542,7 milhões (Outubro/2017).
  • 2017
    2018
    Aquisição de 24,95% por parte da Taesa e 50,10% por parte da sua coligada, a Empresa Norte de Transmissão de Energia S.A. - ENTE, do capital social da IB SPE Transmissora de Energia Elétrica S.A., atual Empresa Diamantina de Transmissão de Energia S.A. - EDTE (Março/2018);
    Licença Prévia (LP) da Concessão EDTE (Junho/2018);
    5º emissão de debêntures no valor total de R$ 525,8 milhões (Julho/2018);
    Participação nos lotes L, M, N e P do Leilão da Eletrobrás. A Companhia está aguardando a conclusão de todas as etapas previstas no edital do leilão (Setembro/2018);
    Licença Prévia (LP) da Concessão ERB1 (Setembro/2018);
    Licença Prévia (LP) da Concessão Janaúba (Setembro/2018);
    Assinatura do Financiamento Banco do Nordeste do Brasil S.A. no valor de R$ 698,9 milhões (Setembro/2018);
    Concedido o Benefício Fiscal Sudam à Miracema (Setembro/2018);
    Licença Prévia (LP) das Concessões Aimorés e Paraguaçu (Outubro/2018).

Calendário

Kit do Investidor

  • Cotações

  • Gráficos