Ação da Heringer entra no índice do setor Industrial da Bovespa (INDX)

Fruto de um convênio entre a FIESP e a BOVESPA, o Índice do Setor Industrial (INDX) foi desenvolvido com o objetivo de medir o desempenho das ações mais representativas do setor industrial, importante segmento da economia brasileira. Sua carteira teórica é composta pelas ações mais representativas da indústria, que são selecionadas entre as mais negociadas na BOVESPA em termos de liquidez e são ponderadas na carteira pelo valor de mercado das ações disponíveis à negociação.

Ações Elegíveis para o Índice

O índice INDX é composto pelas ações de emissão de empresas do setor industrial que são negociadas na BOVESPA e atendem aos critérios de inclusão descritos abaixo.

Critérios para Inclusão na Carteira

Integrarão a carteira do INDX as ações que atenderem simultaneamente aos critérios a seguir:

a) ser emitida por uma empresa classificada em um dos sub-segmentos do setor industrial com registro de negociação na BOVESPA;

b) ser uma das 150 ações com maior índice de negociabilidade apurados nos doze meses anteriores à formação da carteira;

c) ter sido negociada em pelo menos 70% dos pregões ocorridos nos doze meses anteriores à formação da carteira.

Cumpre ressaltar que companhias que estejam sob regime de recuperação judicial, processo falimentar, situação especial, ou ainda que tenham sofrido ou estejam sob prolongado período de suspensão de negociação não integrarão o INDX.

Vigência da Carteira

A composição da carteira é valida para o quadrimestre de Janeiro até Abril de 2008. Abaixo as empresas que compõem o índice para o 1° quadrimestre de 2008:

 

Para mais detalhes sobre a metodologia do índice, clique aqui.

Fonte: Bovespa