FATO RELEVANTE

A Fertilizantes Heringer S.A. (“Companhia”), nos termos da Instrução CVM n.º 358, de 03 de janeiro de 2002, comunica aos seus acionistas e ao público em geral que tomou ciência de uma nova decisão, proferida em 28 de abril de 2010, no âmbito da ação civil pública n.º 2009.70.08.001543-2/PR, em trâmite perante a Vara Federal de Paranaguá, que questiona a regularidade do licenciamento ambiental da unidade fabril da Companhia localizada no distrito de Alexandra, em Paranaguá-PR.

Trata-se de medida liminar, portanto provisória, que determina a paralisação temporária das atividades da referida unidade fabril, até que as supostas irregularidades apontadas sejam sanadas pela Companhia, relativamente ao licenciamento ambiental e ao cumprimento de exigências de estudo de impacto ambiental indicados na decisão.

A unidade fabril de Paranaguá é uma das 17 unidades da Companhia, que cumpre a legislação ambiental e detém as autorizações necessárias para operar. A decisão proferida liminarmente conforme acima descrita, foi baseada em supostos danos ambientais que teriam ocorrido durante o ano de 2009 e no início deste ano, tratando-se de matéria contestada pela Companhia.

Ainda, a Companhia comunica que está tomando todas as providências visando implementar as medidas legais cabíveis para revertê-la integralmente e no menor prazo possível.

A Fertilizantes Heringer reafirma seu compromisso com a responsabilidade ambiental e tem tomado constantemente todas as providências para aperfeiçoar seus processos de produção na unidade produtora de matéria prima de Paranaguá desde o início de suas atividades, em novembro de 2008 e manterá seus acionistas, bem como o público em geral, informados sobre o processo.

Viana / ES, 29 de abril de 2010.

Fertilizantes Heringer S.A.

Wilson Rio Mardonado
Diretor de Controladoria e de Relações com Investidores

Para acessar o arquivo em PDF, clique aqui.